14 de mar de 2010

Design de Interação, mediando

Um curso virtual ou uma atividade on-line tem características peculiares que precisam ser bem pensadas, planejadas, estruturadas para que possam ser executadas com maestria por atores do processo de ensino-aprendizagem no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).

Sendo assim, um grupo de ex-cursistas do curso "Teoria e Prática do Design Instrucional - (TPDI)" do site Livre Docência, está sempre discutindo a temática em vista de sua profissão.
O curso TPDI está realizando nesse semestre sua 50ª turma e, após o término de cada turma (7 semanas) de teoria e prática, disponibiliza aos ex-alunos um ambiente para continuar discutindo a temática.

Atualmente, a discussão está centrada no livro de Andrea Filatro, "O Design Instrucional na Prática" (2008).
Estou fazendo a mediação do capítulo 9 sobre "Design de Interação" (vou contar mais detalhes por aqui ao longo da mediação, ok?).

O livro é organizado em quatro partes:
I parte - Visão geral do design instrucional
II parte - Processos de design instrucional
III parte - Práticas de design instrucional
IV parte - Visão Econômica

O capítulo 9 encontra-se na terceira parte do livro enfocando em seus capítulos aspectos como:
1. Análise contextual (capítulo 4)
2. Design de unidades de aprendizagem (capítulo 5)
3. Especificação em design instrucional: roteiros e storyboards (capítulo 6)
4. Design de conteúdos multimídia (capítulo 7)
5. Design da interface humano-computador (capítulo 8)
6. Design de Interação (capítulo 9)
7. Design de ambientes virtuais (capítulo 10)
8. Design de feedback e avaliação (capítulo 11)

Filatro em outro livro, Design Instrucional Contextualizado (DIC) apresenta o DIC com uma metodologia muito similar à educomunicação.
Posteriormente, vamos falar sobre isso...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar o meu blog. Responderei nesse mesmo espaço!
Abraços educomunicativos!